Sabe de Tudo - O Blog da #ToDeCacho

Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados

As culturas africanas são ricas em técnicas capilares belíssimas e que conquistam mulheres e homens, independente do tipo de cabelo que possuam. Prova disso é que donas de cabelos ondulados, cacheados e crespos têm se rendido a uma das estéticas capilares mais incríveis que existe: as tranças afro.

Cheias de estilo e extremamente versáteis, as tranças afros estão super em alta e ainda são uma ótima opção para quem está vivendo a transição capilar, ou seja, abandonando as químicas para assumir a textura natural dos fios.

A seguir, vamos conhecer um pouco sobre os principais tipos de tranças afro e descobrir como mantê-las lindas por mais tempo.

Tranças afro: box braids ou tranças Kanekalon

As box braids, também conhecidas popularmente como tranças Kanekalon, tranças sintéticas ou tranças de lã, são feitas usando extensões sintéticas que alongam e dão volume aos fios. Essas tranças afro normalmente começam na raiz, mas não ficam presas a nuca, permitindo uma grande variedade de penteados.

Essa categoria de tranças afro normalmente se divide entre as tranças comuns e as tranças jumbo, que utilizam um material mais brilhante e que as deixam com um aspecto um pouco diferente do cabelo original.

Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados

Tranças afro: nagô

As tranças nagô também recebem o nome de trança raíz ou trança rasteira porque o cabelo geralmente é trançado em uma parte da  nuca, ou em toda a sua extensão, ficando preso ao couro cabeludo. Quando chega na parte debaixo da nuca as mechas são trançadas da forma tradicional.

As tranças afro nagô não precisam ser retas, o que dá liberdade para você escolher formatos e desenhos diferentes para fazer as suas.

Como a trança nagô é embutida, será preciso primeiro dividir as faixas de cabelo que serão trançado em três pequenas mechas, começando sempre dá porção mais próxima da testa em direção a nuca. Conforme a trança cresce, é só ir acrescentando mais cabelo da mecha e manter o trançado bem perto do couro cabeludo.

Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados

Tranças afro: twists

A trança tornado ou twist é um pouco diferente das outras porque cada trança é feita com apenas duas mechas ao invés de três. Para fazer essa trança afro, basta separar uma mecha do cabelo, dividi-la em duas partes e enrolar uma na outra.

Se o cabelo for curto ou você quiser acrescentar um pouco de cor, é possível usar a lã ou os fios sintéticos para alongar a trança twist.

Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados Tranças afros de lã, jumbo, fibra, rasta, nagô e outras: fotos e dicas para manutenção e cuidados

Como cuidar das suas tranças afro

As tranças afro exigem alguns cuidados para continuar sempre bonitas.

Na hora de dormir, é indicado usar uma touca de cetim ou seda para evitar que a fricção entre os fios e a fronha tradicional de algodão acabe prejudicando a aparência de gere frizz.

Diferente do que muita gente imagina é bem simples cuidar das tranças afro e manter o cabelo limpo. Na hora de lavar, o ideal é utilizar um shampoo específico para aplicar no couro cabeludo e sem sal, além de sempre confirmar se o material sintético que você utilizou para trançar os fios pode receber esses produtos.

A tranças afro que levam material sintético também permitem que você continue hidratando o cabelo. A diferença é que você deverá fazer isso aplicando um óleo vegetal nas raízes e não com máscaras, como fazia antes.

Por fim, não se esqueça de respeitar sempre o limite de manutenção, que costuma ser de 2 a 8 semanas. Assim suas tranças afro estarão sempre lindas e bem cuidadas!

#todecacho

Posts Recentes:

Posts mais acessados