Sabe de Tudo - O Blog da #ToDeCacho

Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê

Cortes de cabelo

O corte de cabelo masculino degradê é tão popular hoje em dia que existem diversas variações desse modelo. Desse jeito, fica até difícil entender tudo sobre o visual, afinal, é muito informação, né!? Se você é um cara prático, objetivo e gosta de ter acesso a tudo o que você precisa saber em um lugar só, sem muita enrolação, fica tranquilo, porque essa matéria é para você! Se liga!

O que é degradê no cabelo masculino?

O corte degradê, também conhecido como fade, brinca com os tamanhos dos fios de forma gradual. Começando de baixo para cima. Onde a parte de baixo tem sempre o cabelo mais curto. Ou totalmente raspado, até o topo em que o volume e comprimento dos fios são maiores, crescendo gradualmente. Essa técnica promove um efeito gradiente nos fios, pois apresenta diferentes tonalidades conforme eles vão ficando maiores na parte superior. Ou seja, o degradê ou fade começa sempre com uma cor clara na base, passando pelo cinza e terminando em um tom escuro. Para saber mais sobre como o degradê funciona, é preciso entender sobre as alturas base desse corte, conforme falaremos daqui há pouco.

Degradê crespo e cacheado

Antes de continuar é bom falar que o corte degradê pode ser feito no cabelo cacheado e crespo normalmente, assim como nos fios lisos e ondulados. A única recomendação é que seja realizado, preferencialmente, por um profissional especializado em fios com curvatura. Assim, ele saberá as melhores maneiras de aplicar a técnica para conquistar um resultado bem bacana.

  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê

Veja os passos e cortes de cabelo masculino degradê

Como fazer um corte de cabelo é algo muito sério e precisa ser feito com um profissional para melhores resultados. Não é legal colocar aqui um passo a passo de como fazer cada um desses cortes. Entretanto, vamos explicar um pouco sobre cada um deles. Também explicaremos detalhes técnicos para que você entenda melhor o modelo e possa escolher com sabedoria o seu próximo visual.

– Corte degradê baixo – low fade

A altura do degradê ou fade é a base para o corte. Por isso, é muito importante entender o que significa cada uma delas, que são três. A primeira, é o degradê baixo ou low fade, que vamos falar agora. Nesse modelo o efeito gradiente começa há um dedo para cima orelha. Ou seja, a partir deste ponto o fade começa da máquina zero, passando para um pente número um e seguindo para o topo com fios mais longos que podem ser cortados com o trabalho conjunto da tesoura com o pente.

– Corte degradê médio – mid fade

O mid fade ou degradê médio é aquele que fica no meio. Ele começa há dois dedos à partir da orelha e segue o mesmo processo feito no low fade. O gradiente começa na máquina zero, passando para o pente 1 e ficando cada vez maior até o topo.

– Corte degradê alto – high fade

Como diz o nome o high fade começa lá no alto mesmo. O efeito deve ser trabalhado com três ou mais dedos de distância da orelha, tendo uma pequena porção para fazer o gradiente passando do cabelo completamente raspado até os fios longos que ficam bem no topo. Abaixo do início do degradê a pele das laterais fica bem à mostra, pois o cabelo é cortado basicamente apenas com a máquina zero, dando um resultado bastante chamativo. Vamos falar mais sobre essa técnica logo abaixo.

– Corte em degradê raspado na máquina zero – skin fade

O skin fade é aquele que possui uma maior porção da cabeça raspada na máquina zero e até mesmo um acabamento feito com a navalha, para a pele ficar bem lisinha. O contraste entre o início do gradiente cortado na máquina zero e o topo com os fios mais longos é bem destacado, portanto, é um visual para a galera que curte um visual mais descolado e expressivo. Se você procura um corte mais discreto opte por um degradê com efeito suave.

– Taper fade degradê

Falando em visu discreto, o taper fade é isso mesmo! Praticamente o oposto do skin fade esse modelo é praticamente um acabamento de corte. Isso porque o fade ou degradê é feito bem no pezinho, sabe!? Na região da nuca, perto do pescoço. Dessa maneira o detalhe não fica tão em destaque e também com menor contraste em relação aos fios mais longos na parte de cima. Essa é a chance de experimentar o cabelo degradê sem ter que optar por um look muito ousado que não faça parte da sua personalidade.

– Box fade

Se você tem um estilo mais street, hip hop e, para ajudar, ainda possui aquele cabelo crespo de respeito, que tal aderir ao box fade? Esse corte apresenta o fade nas laterais. Podendo ser baixo, médio ou alto e, na parte de cima, ele vai subindo em linha reta. O segredo aqui é o acabamento super marcado e volumoso no topo, muito parecido com o flat top. Esse visu é digno de quem tem um estilo bem descolado.

  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê

– Corte em degradê com risca de navalha

O corte degradê com a risca de navalha é uma combinação que vem dando muito certo nos últimos tempos. Técnica também conhecida como listra no cabelo. Prova disso é a quantidade de caras por aí que aderiram à essa dupla, não é não? Pois é, o legal do risco de navalha é que ele pode ser adicionado à praticamente qualquer corte, incluindo as diversas variações do corte em degradê. Portanto, basta você escolher o seu degradê favorito, a altura dele, o acabamento no topo e, por fim, decidir onde quer colocar a sua risca. Converse com o seu barbeiro e ele pode indicar as melhores opções de lugares para aplicar.

  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê

– Degradê com desenho

Ainda na vibe da risca de navalha, há também os desenhos feitos com essa ferramenta, ou mesmo com a maquininha de corte. Isso porque, ninguém falou que a risca precisa ser apenas uma, não é mesmo? Pois então, você pode optar por mais de uma risca, sendo elas paralelas, no contorno da cabeça, reforçando os acabamentos ou mesmo um desenho geométrico criado pelo profissional. Aqui é só soltar a ideia para o seu barbeiro de confiança ou deixar ele te surpreender com uma criação própria.

– Corte repicado com franja lateral em degradê

Corte masculino também tem franja, sim! E fica muito bacana com o corte degradê. O modelo da vez é a franja lateral repicada combinada com o nosso famoso fade. Para que a franja não faça muito peso por cima do rosto, o repicado aparece, dando leveza para o visual. Enquanto isso, o fade pode vir também na lateral, aplicado em um sidecut. Afinal, é um modelo cheio de estilo que continua com tudo.

– Pompadour com degradê

Falando em franja, você já ouviu falar do pompadour? Se trata do sagrado topetinho que faz parte do visual dos caras há eras. Desde aquele mais baixinho e básico até o mais longo estilizado para trás no maior estilo Elvis Presley. Tanto os menores, quanto os maiores podem ser reproduzidos nos fios ondulados, cacheados e crespos. A única coisa que vai mudar é a maneira de fazer o styling de cada um deles e em cada tipo de curvatura. Para aderir ao visual, é preciso conversar com o barbeiro ou cabeleireiro para que ele deixe aquele volume a mais na parte frontal, onde geralmente é feito o topete. Aí você vai decidir se quer um mais discreto ou um topetão mesmo, para que o profissional separe o volume necessário de cabelo para isso. Depois de feito o corte, a estilização fica nas “mãos” de um bom finalizador. Escolha um desenvolvido para o seu tipo de curvatura.

– Corte caesar com degradê

O modelo caesar é uma nova febre entre os caras, ainda mais entre aqueles que têm um estilo mais descolado e moderninho. Tendência na Europa, ele promete se instalar cada vez mais na cabeça dos caras por aqui também. O degradê nesse corte geralmente vem nas laterais e nuca. Na maioria das vezes é aplicado um high fade e o volume do topo, culminando na franja, que é basicamente uma franja bem reta e curtinha na testa. O segredo desse visual é contar com um acabamento bem detalhado na frente, com linhas bem marcadas, contrastando com o efeito esfumado e gradiente do fade nas laterais.

– Degradê sem franja

Para reproduzir um degradê sem franja é preciso fazer, basicamente, uma franja estilo caesar. Entretanto, é como se ela fosse uma franja bem curtinha, bem rente à linha de crescimento dos fios e não “caindo” por cima da testa. Além disso, tem um acabamento bem menos marcado do que o caesar, promovendo um efeito natural. Aqui é legal apostar em fios desfiados e irregulares para que a linha no topo não fique tão marcada, parecendo uma franja. Afinal, a ideia desse modelo é não ter franja.

  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê

– Infantil degradê

Basicamente qualquer modelo de corte degradê pode ser aplicado nos baixinhos também. O legal é que hoje em dia é possível reproduzir cortes super modernos no cabelo das crianças. Antigamente, os carinhas usavam sempre o famoso tigelinha ou mesmo o buzz cut que é todo raspado. Não existiam muitas opções, então, o look era praticamente sempre igual entre a criançada. Com tantos tipos de cortes disponíveis hoje, entre eles todas as variações de fade. Os garotos mais novos também pode expressar um pouco da sua personalidade no modelo de corte que escolher. Depois de uma certa idade é bem legal deixar a criança fazer parte desse processo de escolha do visual próprio dando um pouquinho de autonomia sobre quem ela é e conquistando a pequenos passos o seu espaço no mundo. É claro que tudo com limites. A moral da história é: não faltam modelos de degradê para o seu filhote! Qualquer um deles pode ser reproduzido na versão infantil basta confiar em um bom profissional.

– Degradê americano ou corte militar com degradê

Tanto um nome quanto o outro representa praticamente o mesmo corte de cabelo. Ou seja, o degradê americano é inspirado nos cortes dos soldados militares americanos. Eles são, em sua grande maioria, o high fade com o topo bem baixinho e as linhas de corte frontais bem marcadas, enquanto a lateral é gradiente. É claro que também existem modelos com o topo mais volumoso. Além disso, muitos caras que optam, especialmente, pela variação chamada de degradê americano, combinam também esses desenhos geométricos do acabamento frontal com a barba e até mesmo aplicam pigmentação para deixar as formas ainda mais destacadas.

  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê
  • Tudo o que você sempre quis saber sobre o corte de cabelo masculino degradê

– Moicano degradê

O moicano, que foi popularizado nos anos 70 pelos punks voltou repaginado e mais moderno com a versão degradê. Diferente do tradicional, ele não tem mais aquele contraste forte entre o topo com os fios longos e a lateral raspada na máquina zero. Ou seja, a transição de tamanhos é muito mais natural. É gradual devido ao efeito degradê criado pela técnica. Aí basta você escolher o tamanho que deseja que os fios fiquem no topo do seu moicano, se quer que fiquem mais repicados e onde deseja colocar o início do seu fade. Mas lembrando que quanto mais para baixo mais discreto e quanto mais no topo, maior o contraste.

Dicas de cuidados com o corte para durar mais!

Primeiro de tudo é legal destacar que os cortes mais curtos. Inevitavelmente, pedem mais manutenções, pois aparentam o crescimento muito mais rápido. Em especial os cortes em degradê com muitos detalhes e linhas marcadas. A melhor dica que podemos dar para que o corte fique sempre em dia é agendar visitas frequentes ao barbeiro para deixar a cabeleira sempre bem apresentável. Portanto, questione ao seu profissional de preferência qual o tempo indicado para que você volte, ok!? Infelizmente não tem como fazer esses tipos de cortes durarem mais, porém, é possível deixar os fios mais belos, favorecendo ainda mais o corte escolhido. Para isso, deixe mantenha os cuidados em dia. Se você tem o cabelo cacheado ou crespo minimamente médio ou longo, lembre-se que você precisa, sim, cuidar da cabeleira. Duas coisas: hidratação e nutrição ao menos uma vez na semana, se quiser você pode alternar entre os cuidados. Cabelos com química? Adicione reconstrução capilar nessa lista. Lave o cabelo ao menos um dia sim outro não. Use sempre condicionador e não aplique na raiz. Água quente nunca!

E se você curtiu as nossas dicas de corte de cabelo masculino degradê e agora está expert no assunto, fique sempre ligado no nosso canal para ficar por dentro dos ultimos cortes de cabelo crespo ou cacheado.

#todecacho

Posts Recentes:

Posts mais acessados