Sabe de Tudo - O Blog da #ToDeCacho

Que tal cuidar do cabelo com o poder dos componentes naturais? Conheça a argiloterapia capilar

Cabelos CacheadosCabelos CresposCabelos Ondulados

Que tal cuidar do cabelo com o poder dos componentes naturais? Conheça a argiloterapia capilar

Você sabe o que é argiloterapia capilar? O nome já diz bastante, mas, para esclarecer, se trata da terapia capilar realizada à base de argila. Para entender melhor, é preciso saber como a argila funciona. Sobre isso, conversamos com a terapeuta quântica Malu Diniz que explicou tudinho! Confira a matéria!

Conhecendo a argila

“A argila é composta por partículas extremamente pequenas de silicato minimizado, ou silicato de alumínio hidratado, e uma grande quantidade de oligoelementos. Nesse minerais, é possível encontrar o silício -que é o segundo elemento mais abundante da natureza, o primeiro é oxigênio-, além de magnésio, cobre, zinco, cálcio, potássio, cobalto, ferro… tudo isso em diferentes concentrações. Por esse motivo há a cor da argila, que vai de acordo com a quantidade de minérios que ela tem”, esclareceu Malu. Ela ainda ilustrou contando que a argila vermelha, por exemplo, possui essa cor devido a grande quantidade de ferro em sua composição e o mesmo vale para as outras. Curioso, né?!

A profissional ainda listou a enorme quantidade de benefícios que a argila, no geral, possui: “A argila é incrível, porque ela tem poder cicatrizante, esfoliante, anti-inflamatório, revigorante, relaxante, rejuvenescedor, hidratante, clareador, redutor de medidas, entre outros benefícios”, concluiu.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a argila e já sabe o que ela é capaz de fazer, que tal descobrir os milagres que ela pode operar na nossa cabeleira? Se liga só!

O que é argiloterapia capilar e para que serve?

Conforme explicamos anteriormente, a argiloterapia capilar é um tratamento para o cabelo usando como principal aliada a argila. Já vimos que ela é um componente extremamente multifuncional, pois provém inúmeros benefícios em termos gerais, portanto, vamos checar como ela funciona a favor das madeixas também!

“Além de desintoxicar e equilibrar o couro cabeludo, a argila vai fazer uma reposição dos minerais que estão faltando ali naquele couro cabeludo, vai beneficiar a papila capilar -que é aquele cabelinho que fica dentro da pele, antes de nascer-, fazendo com que ele cresça mais forte, vai ajudar na circulação sanguínea, que também auxilia o crescimento saudável… a lista é enorme”, relatou a especialista.

Benefícios da argila no cabelo + aromaterapia

A terapeuta também compartilhou com a gente que é possível fazer um tratamento 2×1, que é a argiloterapia junto a prática da aromaterapia. Ela explicou que os dois tratamentos, quando trabalhando juntos, podem trazer resultados realmente incríveis para o cabelo. “De acordo com a escolha que você faz do óleo essencial, você vai tratar esse couro cabeludo de uma determinada forma. Isso porque existem óleos essenciais que ajudam a desintoxicar e depurar, tem óleos essenciais que auxiliam a equilibrar e refrescar o couro cabeludo, a melhora a circulação… e a argila serve como um condutor para esses óleos essenciais.”

O tratamento é indicado para qual tipo de cabelo?

Ficou claro até agora que a argiloterapia capilar funciona essencialmente para a desintoxicação do couro cabeludo, isso, é claro, dentre diversos outros benefícios. Por esse motivo, o tratamento é indicado para alguns casos em especial: “A argila é muito legal para quando a pessoa está com o couro cabeludo intoxicado, quando ela está usando muitos produtos químicos e até mesmo quando há muita gordura no couro, porque, além de desintoxicar, ela ainda dá uma estabilizada no PH do couro cabeludo”, pontuou a expert.

Cuidados com a aplicação da argila

Segundo a terapeuta, a aplicação da argila não é tão simples quanto as pessoas imaginam, ou seja, não é só aplicar e pronto. Portanto, o procedimento de tratamento com argila deve ser feito com muita atenção, de preferência com um profissional especializado, e considerando algumas etapas muito importantes: “É preciso seguir alguns cuidados seríssimos na aplicação da argila no couro cabeludo. A maioria das pessoas não sabe, mas, você não deve passar a argila no cabelo. Isso porque, se você o fizer, é possível haver a quebra do fio por completo. A maneira correta de usar a argila nesse sentido é depositar diretamente no couro cabeludo apenas”, contou Malu.

Passo a passo de como fazer a argiloterapia capilar

Aposto que você já está louca para experimentar a argiloterapia capilar, não é mesmo? Então veja o passo a passo que a terapeuta quântica Malu Diniz explicou para a gente, mas não se esqueça de que buscar um profissional é sempre o mais indicado, pois existe um protocolo específico para o tratamento, tudo bem?

Passo 1– É preciso preparar o couro cabeludo para receber a argila. Para isso deve-se lavar o cabelo com um sabonete neutro e com um óleo essencial. “Esse óleo essencial vai ajudar a limpar, oxigenar e refrescar o couro cabeludo”, esclareceu Malu, que também é aromaterapeuta.

Passo 2– Preparar a argila. Ela deve ser preparada de acordo com o estado do couro cabeludo: “Se a pessoa está com a gordura desequilibrada no couro cabeludo, com seborreia, por exemplo, o profissional pode aplicar a argila com um pouco de sabonete e óleos essenciais, depois da higienização.” Para casos de couro cabeludo normal ou seco a especialista disse que possível misturar a argila com um creme neutro. A Malu contou que para aplicar a argila é legal usar um pente de tintura e ir depositando pequenas porções no couro cabeludo, lembrando de nunca passar no fio.

Passo 3– Depois disso é o momento de deixar a argila entrar em ação, assim como os óleos essenciais, eventualmente. Aguarde o tempo que achar necessário, mas não abuse.

Passo 4– Por fim, para retirar a argila usada no tratamento, deve-se colocar a cabeça embaixo da água e aguardar a argila ir amolecendo aos poucos. Sobre isso, a terapeuta alerta: “Lembre sempre da minha dica: não podemos nunca esfregar a argila no fio, hein?!”

Dica especial: para manter o cabelo sempre saudável, após o procedimento, opte por seguir um cronograma capilar completo com hidratação, nutrição e reconstrução, que são as etapas mais importantes de cuidados com os fios.

E aí, pronta para se jogar na argiloterapia capilar?

Posts Recentes:

Posts mais acessados